Jadis la Pluie Était Bleue”, |cs300

 

 

 

 

 

 

 

 

 […] Vai na mesma direcção o CD “Jadis la Pluie Était Bleue”, segundo tomo do colectivo Suspensão. E no entanto, se o IKB Ensemble é, sobretudo, pontilhístico, neste disco encontramos alguma inclinação para os “drones”, incidindo nas formas com que se pode iludir musicalmente o tempo. Além disso, sendo a dimensão dos eventos sonoros liliputiana, há um frenesim de actividade. Toca-se muito (pela associação de todas as contribuições) com pouco (o que cada um fornece para o todo). Rui Eduardo Paes (Jazz.pt)